segunda-feira, setembro 08, 2003

"Mais um que pertence à carneirada dos que não querem pertencer à carneirada" - Quino

A Sara do desBlogueador de conversa pergunta porque é que as pessoas que bebem shots e fazem caretas se prestam a "tal sacrifício e ainda por cima pagando?"

Eu penso que é pela mesma razão que alguns começam a fumar, detestam o sabor e a sensação de enjôo do fumo, e mesmo assim continuam até gostarem e ficarem viciados:

- Porque é "in", porque acham que ficam com um ar de mais adultos, porque quase todos os amigos o fazem e não querem ser marginalizados por serem "caretas", etc. etc. etc.

São coisas como estas que por vezes impedem alguns de ser genuínos e os fazem ficar reféns d' A Matriz que a sociedade lhes impõe.
Como diz João Ubaldo Ribeiro:

"É, carneirada somos, carneirada morreremos. Não “desrespeitaremos” a autoridade que nos desrespeita, não reagiremos contra nada. Até porque nos falta até mesmo o sentimento de rebanho. Triste verdade, mas a realidade é que, enquanto os problemas não nos atingem diretamente, damos pouca importância a eles, os outros que se virem. Quer dizer, pensando bem, não temos um comportamento tão ovino assim. Estamos um degrau abaixo, pensando bem mesmo. E, portanto, merecemos nosso destino, não há de que nos queixarmos. Podemos dar um “bé” humilde, de vez em quando. Imagino que isto é suficiente para muitas pessoas."

Ou então, tomamos o comprimido vermelho...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home