segunda-feira, agosto 16, 2010

Instrumentos de tortura - O Berço de Judas

 O Cinturão de Metal que se vê na foto procede de uma colecção de um proprietário Italiano de Milão denominada “Colecção Zingarelli”.

Este cinto foi utilizado entre os anos 1500 a 1700. A Manivela, roldanas e argolas de parede provêem de uma herdade Toscana, onde se usavam desde o início de 1900 até aproximadamente 1970, para carregar carroças.

A pirâmide de Madeira é uma reconstrução moderna.



A tortura do Berço de Judas, exemplificada na gravura abaixo, variou muito pouco desde a idade média até aos nossos dias.

 A vítima é içada e descida sobre a ponta da pirâmide, de tal maneira que o seu peso assenta sobre o bico na zona do ânus, na vagina, debaixo do escroto ou debaixo do cóccix (nas duas ou três últimas vértebras). O verdugo, seguindo as indicações dos interrogadores, pode variar a pressão, desde muito pouco, até à totalidade do peso do corpo. Pode, ainda, sacudir a vítima ou fazê-la cair repetidas vezes, sobre a ponta.

O “Berço de Judas” em Italiano, Culla di Giuda, em Alemão, Judaswiege e, em Inglês, Judas Cradle, era em Francês conhecido como La Veille – “A Vigília”.

Informações sobre a origem, autoria e motivação da publicação deste post, aqui.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home