domingo, setembro 28, 2003

Dejá vu

O presidente da Câmara municipal de Lamego escuda-se na legitimidade do voto popular acima de qualquer outro valor (mesmo o da honestidade digo eu) como justificação para não se demitir ao dizer que "quem me pôs no lugar em que estou foi o povo e só o povo é que me pode tirar de lá."


Onde é que eu já ouvi isto?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home