segunda-feira, setembro 15, 2003

A melhor defesa é o ataque

Programa da manhã

Como é do conhecimento geral existe um grupo de ouvintes (entre os quais me incluo) e de ex-ouvintes (aqueles que vivem fora de Lisboa, Porto e Coimbra) que se batem pelo regresso do Programa da manhã da Comercial com Pedro Ribeiro, Nuno Markl, e Maria de Vasconcelos, actualmente ser emitido na rádio (local) Best Rock, à antena nacional, onde sempre esteve, antes de Pedro Tojal ser o todo-poderoso director da Média Capital.

Neste âmbito foi também criada uma mailing list à qual eu pertenço junto com muitas outras centenas de pessoas. Foi também criado um blog sobre o mesmo assunto.

Alguns têm acusado esta mailing list e outras iniciativas com o mesmo fim, de se direccionar ao ataque sistemático a uma pessoa, em vez de a uma causa. Invocam estas pessoas o argumento de que fazemos justamente o mesmo que criticamos, ao dizer que as recentes atitudes do director da MCR não fazem parte de uma estratégia para mudar a face às rádios do grupos mas que essencialmente se tratam de uma vingança pessoal.

Na verdade, sua Iminência Majestática Prof. Dr. Eng.º Pedro Tojal a irritar Portugal, é muitas vezes o alvo atingido pelas nossas palavras, mas isso acontece porque é ele o único responsável pelas mudanças efectuadas. Não se trata duma iniciativa conjunta de um grupo de criativos ou directores. Apenas ele e só ele, se pode gabar de ser o responsável pelas novas (!?) rádios que criou.

Pedro Tojal

É digno de nota que muito antes de PT começar a sua sanha destruidora, se temia por aqueles que sabiam que ele iria ser o próximo director da MCR que acabasse o programa da manhã, assunto bastante discutido no fórum da comercial, como certamente muitos se lembram.

Pedro Tojal representa hoje tudo o que é nefasto no panorama da rádio em Portugal:

Instrumentalização, falta de criatividade, inovação, graça ou talento. Compadrios e vinganças pessoais.

Criador por excelência de um estilo de rádio fast-food, enlatado, sem sabor, artificial, enjoativo, populista e consensual, Pedro Tojal é o digno representante e líder deste estilo que é o oposto de tudo o que é fazer boa rádio.

Eu apoio esta mailing list e todas as iniciativas semelhantes não porque faço parte daqueles que não conseguem ouvir o actual programa da manhã na Best Rock. Felizmente para mim ando quase sempre na zona de Lisboa e consigo ouvi-los.

Esta é também a minha causa por solidariedade para com os que deixaram de os ouvir, e porque abomino tudo o que Pedro Tojal representa. É por isso que as críticas que falei no início não são justas. É por isso que não se trata de um ataque pessoal a Pedro Tojal. Nada nos move contra Pedro Tojal, mas sim contra o que ele representa. É isso que nós atacamos. E sejamos ainda mais claros: também não é um ataque. É uma defesa.

Antes de vir para a MCR Pedro Tojal, não era alvo de ninguém. Quando muito era ignorado. Agora não. Ele está a destruir aquilo que era nosso, por isso já não pode ser ignorado. Temos que defender o que era nosso e enquanto há vida há esperança.

A união faz a força. Unidos seremos muitos. A força da razão irá prevalecer.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home